(41) 3402-5235 | (41) 3618-0043 | (41) 9 9162-1330 | (41) 9 8875-2642 | (41) 3074-7482 clinicafagundes@gmail.com

Se você é interessado em queda de cabelo certamente já se deparou com os termos “calvície” e “alopecia” (ou “alopécia”). Você sabe o que os diferencia? Quem explica é o Dr. Lucas Telles, dermatologista especialista em tricologia médica, membro do corpo clínico da Clínica Fagundes.

Alopecia é qualquer tipo de perda de cabelo. Já a calvície é um tipo de alopecia, chamada de androgenética.  Esse é o tipo de alopecia mais comum, que ocorre por conta de fatores genéticos e/ou alterações hormonais e pode ocorrer em homens e mulheres.

Existe também a alopecia areata, que é uma doença autoimune inflamatória. Enquanto há a inflamação, o folículo não cresce. Mas, quando para a inflamação é controlada, os cabelos voltam a crescer. Ou seja, é uma situação temporária, reversível.

Já a alopecia cicatricial provoca rejeição e destruição do folículo capilar. Neste tipo, o organismo o considera um corpo estranho, que deve ser “atacado”. Sua principal característica é a queda de cabelo universal e localizada. Ocorre por problemas do sistema endócrino, fatores genéticos, infecciosos, dentais, oculares e psicológicos. Causa cicatriz e é irreversível.

Vale lembrar que o tratamento da alopecia depende de seu tipo e, devido às semelhanças, é recomendado consultar com um dermatologista especializado e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Os tratamentos da alopecia são muitos e para cada caso há um protocolo a ser seguido. No menor sinal de queda de cabelo acentuada, procure seu dermatologista.