(41) 3402-5235 | (41) 3618-0043 | (41) 9 9162-1330 | (41) 9 8875-2642 | (41) 3074-7482 clinicafagundes@gmail.com

Está cada vez mais comum as mulheres apresentarem melasmas, que são aquelas manchas escuras na face. Antes, surgiam com a gravidez em algumas mulheres, mas hoje, a vida conectada e de trabalho fora de casa favorece seu aparecimento, prejudicando a aparência e a auto-estima. Se é o seu caso, a dermatologista Anelise Rocha Raymundo, da Clínica Fagundes, ajuda a entender esse problema.

O melasma aparece pela ação hormonal, mas também a partir da exposição da pele à luz visível. São vilões, nesse caso, não só a exposição aos raios UVA do sol, mas também a luz fria dos ambientes e a luz azul das telas de televisão, computadores e celulares!

Ou seja, sabe aquele hábito de checar o celular ou assistir televisão antes de dormir? Favorece o aparecimento do melasma, pois você certamente não usa protetor solar nessa hora. E quando você deixa de aplicar o protetor, pois não tem planos de sair de casa ou do escritório? Também pode ajudar a desenvolver o melasma ao ser exposta à luz fria ou às telas do computador.

Pele manchada por melasma não tem cura, mas tem tratamento. É possível atenuar e deixar quase imperceptíveis as manchas por meio de tratamentos tópicos com clareadores e procedimentos com laser. Mas, a Dra. Anelise é enfática em afirmar: “o tratamento precisa ser individualizado. Não é porque determinado produto deu certo com uma amiga que ele vai trazer os mesmos benefícios para você. O sucesso do tratamento depende de muitos fatores e, entre eles estão os ativos utilizados e o grau de sensibilidade da sua pele”, explica.