(41) 3402-5235 | (41) 3618-0043 | (41) 9 9162-1330 | (41) 9 8875-2642 | (41) 3074-7482 clinicafagundes@gmail.com

Você já ouviu falar do protetor solar em cápsulas ou via oral? Trata-se de antioxidantes, que aumentam a proteção solar ao criar uma barreira extra no corpo contra os raios ultravioleta. Elas são manipuladas conforme a necessidade de cada pessoa, compostas por substâncias derivadas das vitaminas E, C, betacaroteno, luteína e ácido tranexâmico.

Funciona assim: quando a luz ultravioleta incide sobre a pele, agride a membrana celular e forma um radical livre. A cápsula contém antioxidantes que eliminam esse radical livre, evitando seu livre fluxo pelo corpo, especialmente, pelas camadas da pele. Por isso a pele fica mais jovem, com menos manchas e sinais de envelhecimento. Bacana, né?

Mas, muito se engana quem acha que vai poder dar adeus ao protetor solar diário e rotineiro. “A fotoproteção oral só funciona em conjunto com a proteção tópica, mesmo em dias nublados. Por amenizarem os danos solares, as cápsulas são indicadas principalmente para quem tem pele sensível ou com melasma”, explica o dermatologista Fernando Fagundes, especialista em envelhecimento cutâneo.

Um último alerta: não se deslumbre nas farmácias. Prefira proteção oral receitada especialmente para você. Consulte um médico dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.