(41) 3402-5235 | (41) 3618-0043 | (41) 9 9162-1330 | (41) 9 8875-2642 | (41) 3074-7482 clinicafagundes@gmail.com

A poluição digital está presente o tempo todo, em todos os lugares. Ela está na soma de tudo o que compõe a luz azul dos leds do celular, tablet e computador e em ondas eletromagnéticas, como o Wi-Fi – acredite se quiser. Ou seja, se você está lendo este texto em qualquer dispositivo conectado já está recebendo os efeitos da poluição digital, mesmo sem perceber absolutamente nada. 

Quer entender o porquê isso acontece e como se proteger? Continue lendo e saiba mais sobre os malefícios e a prevenção contra esse fator silencioso do nosso cotidiano. 

O que é a luz azul e a radiação emitida pelos dispositivos eletrônicos?

De forma simplificada, a luz azul é um espectro de luz visível, que seria uma fração da luz branca, caso hipoteticamente pudéssemos dividi-las em partes. Isso quer dizer que a luz azul está presente em fontes naturais, como o sol, principal emissor, e em fontes artificiais, como os aparelhos eletrônicos e as lâmpadas.Além de conseguirmos enxergá-la, a luz azul é altamente energética e, por isso, tem a capacidade de penetrar na camada subcutânea da pele e de estimular a produção de radicais livres que aceleram o envelhecimento da pele.

Os efeitos do Wi-Fi são praticamente os mesmos, já que as ondas eletromagnéticas que ele emite conseguem chegar às camadas ainda mais profundas que os raios UVA e UVB, por exemplo, também estimulando os radicais livres e o facilitamento do surgimento de manchas e rugas.

Proteja-se da poluição digital

Temos certeza que você já ouviu em algum momento o quanto é importante usar todos os dias filtro solar, higienizar a pele à noite para retirar qualquer resquício de produtos, maquiagem e poluição do ar adquirido ao longo do dia… Mas, e proteger a pele contra o celular, computador e até das lâmpadas?

Pois é, mesmo “trancados” em casa (ainda mais em tempos de pandemia), muitas vezes sem nem se expor diretamente ao sol, a poluição digital está aí e precisa de atenção, tanto quanto aos raios solares e a poluição “convencional”. 

Seja para a luz natural ou artificial, recomenda-se o uso de protetor solar, em toda a área que esteja exposta (sem a cobertura das roupas), incluindo pescoço, orelhas e até as mãos, áreas que comumente ficam descobertas, mas acabam negligenciadas nesse processo de cuidados.

Mas atenção! Os filtros solares mais indicados para abranger de forma mais completa os aspectos nocivos da luz natural e artificial são os que possuem cor, pois além da função de barreira aos raios UVA e UVB, também refletem as partículas da luz azul. 

Além disso, se puder optar por alguma formulação que contemple ainda ativos antioxidantes, como vitaminas C e E, para neutralizar a formação dos radicais livres, melhor ainda!

Procure sempre um dermatologista para que ele recomende os tratamentos e produtos mais indicados para a necessidade de sua pele. Venha para a Clínica Fagundes e faça uma consulta com nosso especialista!

Clínica Fagundes WhatsApp Chat
Enviar via WhatsApp